A horta Povo Unido como referencial de desenvolvimento social e humano

Katiuscia Maria da Silva

Resumo


O artigo reflete sobre o conceito lugar observando suas ressignificações a partir da geografia moderna, fundadora de novas relações entre homem e o meio em que habita ou não. Para tanto, argumenta sobre percepções observadas a partir de fundamentos teóricos “in loco”. Analisando a Horta Comunitária Povo Unido buscando captar os sentidos de lugar que perpassam pela geografia humanista e o que marca a relação homem e lugar nesse espaço.

Texto completo:

PDF

Referências


AUGÉ, Marc: Não lugares: Introdução a uma antropologia da supermodernidade/Marc Augé; Tradução Maria Lúcia Pereira. – Campinas, SP: Papirus, 1994. - (Coleção Travessia do Século). 111p.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. O lugar no/do mundo. São Paulo: Labur Edições, 2007, 85p.

Marsha Henzi. Marizá Epicentro de Cultura e Agroecologia. (24/07/2014) Instalado e configurado por www.profissionalliberal.com.br. Disponível em: http://www.marsha.com.br/index.php/agroecologia. Acesso em 29/07/2014

Nicki Faulk. Plantasonya, Worpress 2014 (citado em 24/07/2014). Disponível em: http://www.plantasonya.com.br/hortas-e-medicinais/horta-organica.html. Acesso em 29/07/2014

Tânia Rabello. Portal Orgânico. Wordpress 2012 (Publicado em 13/07/2012). Disponível em: http://www.portalorganico.com.br/entrevista/58/organicos-podem-alimentar-o-planeta. Acesso em 29/07/2014

TUAN, Yi-Fu. (1979). Space and place: humanistic perspective. In: Gale, S.; Olsson,G (eds.) Philosophy in Geography. Dordrecht, Reidel Publ. Co., p. 387-427. (publicado originalmente em: Progress in Geography. ((6): 211-252, 1974)


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Universidade do Estado da Bahia - UNEB - Departamento de Ciências Humanas- Campus III
Rua Edgar Chastinet, s/n, São Geraldo - 48.905-680, Juazeiro - Bahia - Brasil