PROGRAMA ENSINO MÉDIO COM INTERMEDIAÇÃO TECNOLÓGICA (EMITEC): O PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DE ESTUDANTES DO CAMPO ATRAVÉS DA MEDIAÇÃO TECNOLÓGICA NA CIDADE DE BOQUIRA-BA

PATRICIA SILVA ALMEIDA, LUCÍLIA INÊS ANDRADE GOME

Resumo


O programa EMITEC é um programa de Educação com intermediação tecnológica que surge no estado da Bahia, como proposta para minimizar a carência e dificuldade de ofertar o Ensino Médio aos jovens que moram distantes das áreas urbanas. O presente estudo objetivou analisar resultados do processo de ensino-aprendizagem de estudantes que moram no campo e estudam na modalidade à distância através da intermediação tecnológica que é ofertada pelo EMITEC. Os estudantes escolhidos estudam no Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães, na cidade de Boquira-Ba. Trata-se de uma investigação descritiva e exploratória com abordagem qualitativa, que utilizou como técnica de coleta de dados a entrevista semiestruturada com oito mediadores que participam do programa EMITEC. As entrevistas foram gravadas e transcritas na íntegra, procurando uma comunicação direta e a participação desses sujeitos. A análise dos dados foi realizada considerando a análise de conteúdo modalidade temática de Bardin (2006). Frente aos achados do estudo, é possível apontar que o projeto EMITEC proporciona aos estudantes que permaneçam na sua própria localidade, sem se deslocarem para a sede do município para estudar, submetendo-se a viagens desgastantes para o próprio aprendizado. Os resultados do estudo mostraram que, em Boquira, o referido programa EMITEC, manifesta algumas fragilidades, tendo como destaque a questão do processo de ensino-aprendizagem, em alguns contextos. Entretanto, tem permitido aos jovens estudar em sua própria localidade, evitando deslocamentos do campo para os centros educacionais, como também a garantia de prosseguir nos estudos, concluindo assim o nível médio. Assim, essa pesquisa ratifica que o programa EMITEC apresenta-se como uma oportunidade de acesso à educação no campo. Contudo, serão essenciais muitas alterações para que haja mais ajustes entre o currículo e a procura pela profissionalização dos educandos, respeitando a vivência dos mesmos. Espera-se que essa investigação possa instrumentalizar a equipe do EMITEC como ferramenta para tomada de decisão nas reformulações que se fazem necessárias nessa política pública tão importante para a educação no campo. Novos horizontes emergem desta investigação e torna-se imprescindível que novos estudos sobre a temática sejam realizados, pois a autora entende que muito há que se discutir sobre as potencialidades e fragilidades do programa EMITEC. Assim, reforça-se a ideia de que sejam realizados novos estudos sobre a temática deste programa.

Palavras-chave


Tecnologia da informação e Comunicação; Educação à distância; Educação no campo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 PATRICIA SILVA ALMEIDA, LUCÍLIA INÊS ANDRADE GOME


 

Universidade do Estado da Bahia – UNEB – Campus I
Rua Silveira Martins, 2555, Cabula – Salvador-BA
CEP 41.150-000
Prédio da Pós-Graduação em Educação – GEOTEC

 
ISSN: 2674-7227

PERIODICIDADE: Bienal

INDEXADORES E DIRETÓRIOS: 


Todo o conteúdo publicado nestes Anais está licenciado com uma Licença Creative Commons - Attribution-ShareAlike 4.0 International.