ACERVO DIDÁTICO COMUNITÁRIO: UM ENSAIO EM TECNOLOGIA, MEMÓRIA E EDUCAÇÃO MUSEOLÓGICA NO ENSINO DA HISTÓRIA

FERNANDO ANTONIO DA SILVA SESTELO, JOSÉ ANTÔNIO CARNEIRO LEÃO

Resumo


A utilização de práticas inovadoras aplicadas às aulas de História no ensino médio tem contado no Colégio Estadual Governador Lomanto Júnior em Itapuã/BA, com um acervo público local sobre esta instituição de ensino, sendo reconstruído pela equipe de seus professores. O objetivo deste estudo foi de verificar o processo de registro e utilização do material impresso e iconográfico de memória existente nessa instituição escolar, numa possibilidade de recurso tecnológico a ser disponibilizado ao público, de forma a viabilizar a guarda e difusão da memória deste colégio. Para isso a questão norteadora foi lastreada em como foi operacionalizada essa possibilidade do seu registro, guarda e memória. O pressuposto apontou para a inovação tecnológica (LEVY, 1999), do acervo didático museológico digital de história, que compreende a memória (MOREIRA, 2005) deste colégio. Fundamentado nas contribuições de acervo (BELLOTTO, 2014). Este acervo trata-se de um instrumento tecnológico de ambiente virtual auxiliar na educação, a partir do uso das tecnologias de comunicação e informação, no qual prospectou como esta aplicação contribuiu no processo de ensino da História, na preservação e difusão da memória desta escola pública. Neste contexto desafiador emergiu a necessidade de provocar os atores sociais desta instituição para a conscientização do processo de como esta iniciativa se concretizou e da sua permanente manutenção para a memória e preservação atrelada ao pertencimento, em especial do colegial, com relação à história da escola em que estão inseridos. Além de utilizar o vetor da educação como suporte para o empoderamento do sujeito visando a ampliação de novos horizontes com vistas à transformação da sua realidade e posteriormente do lócus em seu entorno. Foi na trilha deste percurso passando pela tríade do percorrido, ocorrido e incorporado (LEÃO, 2016), que se discutiu as estratégias para registro da memória, história do lugar, a partir do embasamento obtido com o Projeto RedePub/GesPub, vinculado ao Grupo de Pesquisa Geotecnologia, Educação e Contemporaneidade (GEOTEC) do Programa de Mestrado Profissional em Gestão e Tecnologias Aplicadas à Educação (GESTEC), da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Neste sentido a proposta buscou examinar a viabilidade de utilização deste acervo como instrumento lúdico de ensino e aprendizagem na perspectiva do registro da história e memória. Ao mesmo tempo em que a pretensão foi conceber como uma alternativa inovadora, a partir de adaptações, no conteúdo ministrado nesta área de conhecimento, vincando a metodologia à pesquisa numa abordagem qualitativa que se utiliza do procedimento participativo-colaborativo. Sendo assim, coube uma maior reflexão sobre a educação museológica como possibilidade metodológica, em especial como instrumento inovador da aprendizagem no ensino da História a partir da documentação contida no acervo didático, para avaliar suas potencialidades como recurso tecnológico.

Palavras-chave


História e memória; Acervo didático; Inovação tecnológica

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 FERNANDO ANTONIO DA SILVA SESTELO, JOSÉ ANTÔNIO CARNEIRO LEÃO


 

Universidade do Estado da Bahia – UNEB – Campus I
Rua Silveira Martins, 2555, Cabula – Salvador-BA
CEP 41.150-000
Prédio da Pós-Graduação em Educação – GEOTEC

 
ISSN: 2674-7227

PERIODICIDADE: Bienal

INDEXADORES E DIRETÓRIOS: 


Todo o conteúdo publicado nestes Anais está licenciado com uma Licença Creative Commons - Attribution-ShareAlike 4.0 International.