A DITADURA MILITAR E A EDUCAÇÃO PARA ADULTOS: A EXPERIÊNCIA DO MOBRAL, (MOVIMENTO BRASILEIRO DE ALFABETIZAÇÃO DE ADULTOS) NO INTERIOR BAIANO (1970 - 1980)

ELISEU RODRIGUES DA SILVA

Resumo


O presente trabalho tem por finalidade apresentar as reflexões e resultados obtidos através a partir de leituras, análise de fontes e discussões sobre o programa Mobral (Movimento Brasileiro de Alfabetização de adultos), realizadas no trabalho de conclusão de curso. Assim, esta pesquisa tem o objetivo de analisar o Mobral enquanto um programa de alfabetização de adultos, percebendo a sua atuação e reflexos na sociedade da época. Nessa perspectiva, esse trabalho apresenta a seguintes questões: o que foi o Mobral, e como foi construída a sua teia de influência na sociedade do período? Nesse aspecto, este estudo pretendeu compreender o processo de concepção e implantação no período, identificar como era pensada e aplicada as aulas do programa. • Identificar em decretos do poder executivo e legislativo do período, matérias publicadas nos meios de impressa do período e bibliografia que aborde a temática, de quais eram as medidas e como era pensada e educação de adultos; • Identificar nas matérias de ensino produzido pelo Mobral, abordando a concepção de educação e o método ali empregados para o ensino; • Analisar as entrevistas com ex-alunos ex-professores do programa, materiais didáticos, e matérias publicadas nos meios de imprensa do período para entender o funcionamento de uma sala de aula do Mobral. Para este trabalho fora necessário trabalhar com documentação das seguintes regiões; Guanambi, Caetité, Caculé, Rio de Contas, Salvador. As documentações levantadas nestas cidades incluíam: Atas, material didático, relatórios, jornais, acervo digital da revista Veja e entrevistas horais com ex-professores e ex-alunos do programa. Primeiramente eu trabalho na análise e discussão das políticas do governo militar para a área da educação de adultos, com enfoque nas ações para implementação e consolidação do Mobral. Em seguida, abordo o que estava sendo veiculado na mídia acerca do Mobral, analiso os possíveis discursos para compreender semelhanças com o material didático fornecido pelo programa. Por fim busco identificar como o programa atuava, em especial na sala de aula. Como se processava o método de ensino, além de tentar identificar se a aplicação do método em sala de aula estava em consonância com o que a equipe do Mobral central orientava. Com o decorrer da pesquisa foi possível identificar que o Mobral, foi um projeto que não poupou esforços para atingir seus objetivos, e há referências que complementam que fora necessário medidas coercitivas elaboradas em estatutos, códigos de postura e articulações com instituições privadas para manterem o poder e ditar as regras. Nesta perspectiva as políticas de ensino foram direcionadas para uma manutenção da condição social do aluno e benefício de empresas. Percebe-se também que material didático, matérias dos meios de comunicação enfatizavam a importância da formação tecnicista implementada pelo Mobral para o desenvolvimento do Brasil. Concluo que o Mobral foi um programa de massas que não cumpriu o papel de uma alfabetização, sendo usado apenas para a perpetuação de uma situação pré-existente.

Palavras-chave


História da Educação; Educação de adultos; Ditadura Militar

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 ELISEU RODRIGUES DA SILVA


 

Universidade do Estado da Bahia – UNEB – Campus I
Rua Silveira Martins, 2555, Cabula – Salvador-BA
CEP 41.150-000
Prédio da Pós-Graduação em Educação – GEOTEC

 
ISSN: 2674-7227

PERIODICIDADE: Bienal

INDEXADORES E DIRETÓRIOS: 


Todo o conteúdo publicado nestes Anais está licenciado com uma Licença Creative Commons - Attribution-ShareAlike 4.0 International.