ENSINO DE MÚSICA MEDIADO PELAS TECNOLOGIAS MÓVEIS DIGITAIS

DOURIVAL SOUSA NETO, FÁGNA GONÇALVES DOS SANTOS, ALFREDO EURICO RODRIGUES MATTA

Resumo


A idealização desse trabalho se deu, pois, compreendemos que a sociedade está sob a vivência da cultura digital que, consequentemente, causa mudanças nas relações comunicacionais e informacionais nos diferentes âmbitos da sociedade. A partir do entendimento de que essa cultura possibilita uma comunicação mais aberta modificando a relação entre emissor e receptor quebrando a lógica unívoca, é necessário pensar em como as tecnologias digitais podem ser potencialmente utilizadas no âmbito educacional, uma vez que, nesse contexto a escola deixa de ser o único meio de disseminação de saberes. Assim, objetivamos refletir sobre o ensino de música mediado pelas tecnologias digitais móveis como uma proposta inovadora visando a aprendizagem significativa. No entanto, buscamos discussões sobre tecnologias numa perspectiva antropológica, e tecnologias digitais. Assim, apresentamos explanações sobre a tecnologia como produção humana e inerente ao ser humano que se expandiu e chegou hoje as tecnologias digitais a partir da revolução industrial em meados do século XIX. Enquanto ao debate acerca do ensino da música transita principalmente sob o ponto de vista da formação de professores, na insuficiência de profissionais especializados para o ensino da disciplina, sobretudo a partir da implementação da lei 11.769/2008 que tornou obrigatório, mas não exclusivo, o ensino da música nas séries iniciais. Algumas discussões teóricas trazem para o cerne do debate por exemplo, a importância da formação de professores para o ensino da música nas séries iniciais, ao passo que permeia em seus discursos uma crítica ao modelo atual de ensino oferecido pelas universidades na formação de professores de música, onde, estas ainda conservam um currículo padrão de ensino da música ocidental sem dar a devida importância às questões referentes à pluralidade e à diversidade cultural. Nesse viés, é importante uma reflexão acerca da necessidade de repensar as práticas educacionais a partir de um modelo de ensino baseado em uma nova práxis. Outros autores apontam para a melhoria na qualidade do ensino da música e propõem medidas que perpassam inclusive pelo currículo em direção a uma proposta pedagógica inovadora que possa articular diferentes saberes em diferentes contextos sociais. Portanto, para o desenvolvimento desse trabalho adotamos a revisão bibliográfica fazendo leituras de obras de autores que nos ajudaram na reflexão e discussão, a apartir desse estudo consideramos que fica evidente que o ensino de música pode ser desenvolvido com a utilização das tecnologias digitais móveis, embora é preciso pensar na formação docente e na quebra do currículo linear. Ressaltamos também que, do ponto de vista do fazer musical a tecnologia não se propõe a substituir os modelos tradicionais do ensino formal nem colocá-lo em segundo plano, mas servir como mais um elemento formativo de aproximação do aluno.

Palavras-chave


Tecnologias digitais; Ensino de música; Aprendizagem

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 DOURIVAL SOUSA NETO, FÁGNA GONÇALVES DOS SANTOS, ALFREDO EURICO RODRIGUES MATTA


 

Universidade do Estado da Bahia – UNEB – Campus I
Rua Silveira Martins, 2555, Cabula – Salvador-BA
CEP 41.150-000
Prédio da Pós-Graduação em Educação – GEOTEC

 
ISSN: 2674-7227

PERIODICIDADE: Bienal

INDEXADORES E DIRETÓRIOS: 


Todo o conteúdo publicado nestes Anais está licenciado com uma Licença Creative Commons - Attribution-ShareAlike 4.0 International.