PERCEPÇÕES DOS DOCENTES SOBRE A VIVÊNCIA DA INTERDISCIPLINARIDADE NAS PRÁTICAS DOCENTES UNIVERSITÁRIAS EM PORTUGAL E NO BRASIL

Maria de Fátima Gomes da Silva, Carlinda Leite

Resumo


 O trabalho que aqui se apresenta identifica as percepções de professores universitários sobre a vivência da interdisciplinaridade nas práticas docentes deste nível de ensino e constitui um recorte de uma pesquisa de pós-doutoramento que teve como objeto teórico de estudo a interdisciplinaridade e como objeto empírico o modo como esta está presente na docência de professores dos cursos de Ciências da Educação e de Pedagogia de uma Universidade Portuguesa e de uma Universidade Brasileira. Relativamente à fundamentação teórica, o estudo parte de duas concepções de interdisciplinaridade, a saber, a concepção histórico-dialética e a concepção a-histórica. No que diz respeito às opções metodológicas, a recolha de dados foi feita através de inquéritos por questionário de resposta aberta. As respostas a estes questionários foram tratadas pela técnica de análise de conteúdo e permitiram concluir, por um lado, que os professores reconhecem a necessidade de evitar processos e práticas interdisciplinares a-históricas mas, por outro, que existem vários fatores que dificultam a vivência da interdisciplinaridade no ensino universitário que precisam de ser ultrapassadas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ENDEREÇO DE CONTATO

Departamento de Ciências Humanas, Campus VI da Universidade do Estado da Bahia

Endereço: Av. Contorno, S/N, Bairro, São José, Caetité, Bahia

CEP: 46.400-000

Sala de Editoração: Laboratório de Ensino, Discruso e Sociedade (Labo DisSE)

Telefones: (77) 3454-2021 ou (77) 9 9134-3435