OS CUSTOS DA MODERNIZAÇÃO – DISSOCIAÇÃO, HOMOGENIZAÇÃO E RESISTÊNCIA NO SERTÃO DO NORDESTE BRASILEIRO

Dawid Danilo Bartelt

Resumo


       De novembro de 1874 a janeiro de 1875 eclodiram manifestações populares em numerosas vilas e arraiais do agreste e sertão nordestino, principalmente em Pernambuco e na Paraíba. Na sua maioria bem organizadas e cautelosamente executadas, as ações evitaram o uso de violência contra pessoas. Os manifestantes invadiram estabelecimentos comerciais, a fim de quebrar os pesos e as medidas mêtricas recém introduzidos, impediram que fossem pagos os diversos impostos provinciais e municipais nas feiras e queimaram livros de impostos e sesmarias em câmaras municipais e cartórios.


Palavras-chave


Seca, Sertão, Semiárido,História do Brasil, Modernização

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REVISTA CANUDOS

(Organização Centro de Estudos Euclydes da Cunha - CEEC/UNEB)

ISSN 1413-9421