A UTILIZAÇÃO DE MEMES NA TRADUÇÃO AUDIVISUAL DA SÉRIE DISENCHANTMENT/(DES)ENCANTO

Even Augusto Costa Lins

Resumo


É através da tradução que temos acesso a filmes, séries, músicas, documentários e tantas outras mídias que refletem a cultura do seu país de origem. A dublagem e a legendagem são facilitadores para o acesso a esse conteúdo. Esses dois processos são realizados de forma minuciosa levando em conta a fala, tempo de diálogo, vocabulário e principalmente o entendimento de quem irá acessar o conteúdo. Observando o público alvo, destacam-se alguns fenômenos dentro do processo tradutório, são eles as transcriações, adaptações e domesticações, que normalmente vão utilizar elementos equivalentes de culturas diferentes, como por exemplo, a tradução de ditados populares, piadas que fazem referência a elementos comuns da cultura do texto de partida e modificados no texto de chegada. Atualmente podemos observar também uma inserção inusitada e inovadora nas traduções audiovisuais de algumas obras, o uso de memes, que são imagens e textos que viralizam nas redes e acabam também por aparecer em ambientes físicos de comunicação de forma muito similar aos ditados populares e expressões idiomáticas comumente usadas. Esses elementos já estão sendo inseridos dentro de dublagens e legendas, como é o caso da série Disenchantment, produzida e distribuída pela Netflix e que será o material a ser analisado nesse artigo. O objetivo desse artigo é observar e analisar como ocorrem essas adaptações com memes, quais os propósitos delas e analisar como os memes se conectam ao contexto de partida e ao contexto de chegada.

Palavras-chave


Tradução; Dublagem; Mídias; Memes; Ciberespaço

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



BABEL: Revista Eletrônica de Línguas e Literaturas Estrangeiras - ISSN 2238-5754 | Departamento de Educação DEDC II - Universidade do Estado da Bahia