Para além do quadro e do giz: multiletramentos no ensino de língua inglesa na contemporaneidade

Flávia Cristina Martins Oliveira

Resumo


Para fazer parte e transitar no mundo contemporâneo, é mister ter-se conhecimentos da língua inglesa, além de ser multiletrado em tecnologias digitais. Por isso, aprender inglês na contemporaneidade ocorre em todos os segmentos de ensino, tanto no regular quanto em cursos de idiomas. Mas assim como a escola, que luta para trazer e conciliar o uso dos multiletramentos digitais para a sala de aula, as metodologias no ensino de línguas também apresentam impasses para abraçar o processo de ensino-aprendizagem de forma multiletrada. Foi essa inquietação que instigou o desenvolvimento desse trabalho. Esse estudo tem como objetivo geral descobrir se as metodologias para o ensino de línguas contemplam a formação de aprendizes de língua inglesa em multiletramentos digitais. Já os objetivos específicos são: a) cotejar as metodologias de ensino de inglês aos tipos de letramentos existentes e, b) como os multiletramentos digitais auxiliam no ensino de língua inglesa.  Para a realização dessa pesquisa foi feito um levantamento bibliográfico sobre os conceitos de letramento autônomo, letramento ideológico, letramentos e multiletramentos, com o intuito de compreender e analisar tais construtos enviesados às metodologias de ensino de língua inglesa. A partir das concepções de língua e das técnicas que cada método ou abordagem pregam, uma análise foi feita, pontuando como o(s) (multi)letramento(s) digitais estão inseridos em tais contextos de ensino. Os resultados apontam que o letramento autônomo foi contemplado até a inserção do audiolingualismo, e que os multiletramentos e novas tecnologias surgiram com a abordagem comunicativa. Já os multiletramentos digitais são exigência do mundo de hoje, principalmente com o surgimento de cursos online e aplicativos digitais. Para concluir, o trabalho propõe sugestões de como introduzir o multiletramento em sala de aula para o ensino de língua inglesa, sempre pautados nos usuários de inglês que a escola pretende formar, cidadãos críticos e reflexivos.


Palavras-chave


Ensino de Língua; Intertextualidade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



BABEL: Revista Eletrônica de Línguas e Literaturas Estrangeiras - ISSN 2238-5754 | Departamento de Educação DEDC II - Universidade do Estado da Bahia