Educação e sexualidade como prática de empoderamento feminino

Vanessa Nascimento Machado

Resumo


Trata-se de uma pesquisa-ação que tem por finalidade realizar oficinas de orientação sexual para mulheres do município de Alagoinhas que frequentam o consultório de enfermagem em sexualidade humana e aceitarem em participar das mesmas. Este trabalho tem como objetivos analisar se a prática educativa, voltada para a educação sexual, pode contribuir para o processo de empoderamento e de emancipação feminina; compreender o conhecimento que as mulheres têm sobre sexualidade e como foi adquirido, e conhecer de que forma essas mulheres vivenciam sua sexualidade com liberdade de expressão e escolha, e como se relacionam com a busca do prazer. Espera-se que os grupos possam se tornar lugar de reflexão sobre a sexualidade feminina na contemporaneidade, fazendo com que as mulheres possam enxergar suas subjetividades, potencializando-as; reconhecer a importância da prática educativa para o conhecimento sobre sexualidade humana e por fim, reconhecer que o conhecimento sobre sexualidade humana leva ao empoderamento e emancipação feminina através da transformação. A educação sexual passa a se constituir um elemento significativo de mudança e progresso, uma tentativa de por ao alcance das pessoas condições para que possam usufruir e convive com a própria sexualidade e com a de seus semelhantes, numa forma consciente, moderada e respeitosa.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.