A história africana e cultura afro-brasileira na prática pedagógica dos professores de Alagoinhas-BA com base na lei 10.639/2003

Edite Nascimento Lopes

Resumo


Através desta pesquisa, pretende-se refletir a partir dos relatos e das práticas pedagógicas dos professores, das escolas públicas de Alagoinhas Bahia, quais são os obstáculos que aparecem na hora de produzir conhecimento sobre a Cultura afro-brasileira e africana. Vale destacar que Alagoinhas é um município brasileiro e está localizado no leste da Bahia. Com implantação da lei 10.639/2003, que estabelece a obrigatoriedade do ensino de história da África e da cultura afro-brasileira no ambiente escolar, percebem-se grandes dificuldades encontradas por partes dos professores na hora de aplicar os conteúdos em sala de aula. Muitos desses educadores, não possuem cursos de formação sobre a temática. Diante destes fatos, acabam reproduzindo em suas práticas pedagógicas imagens negativas do continente africano, levando para sala de aula, conteúdos eivados de preconceitos e a ideia de uma África homogênea, que em nada contribui para entender a cultura afro-brasileira. Em geral o continente é trazido como se fosse um país primitivo, selvagem onde prevalecem as doenças, as fomes e a ausência de valores culturais. Neste aspecto, é preciso desmistificar a ideia de África monolítica, enraizadas nas práticas pedagógicas, dos professores das escolas públicas do município Alagoinhas, para melhor trabalhar o ensino da cultura afro-brasileira na sala de aula.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.