Quando a independência veio! apanhados pela teia!

Derneval A. Ferreira, Maria de Fátima Maia Ribeiro

Resumo


As narrativas angolanas Mayombe, de Pepetela, e Noites de Vigília, de Boaventura Cardoso, são marcadas por uma construção que beira tanto a estética literária quanto o processo histórico no qual estão inseridas. Assim, elas apresentam uma estética plural e suas abordagens principais desdobram-se em tantas outras, permitindo assim negociações de sentido e verdadeiros jogos de polissemia. Foi a partir dessas concepções de análise textual e literária que se pensou em articular este artigo para discutir a problemática do discurso colonialista e anticolonialista como ferramentas necessárias para se compreender melhor a construção libertacionária e autônoma de aspectos relacionados à sociedade angolana na sua formação nacional.


Palavras-chave


Literatura Angolana. Independência. Pepetela. Boaventura Cardoso.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


.........................................................................................................................................................................................................................................................................................................

eISSN: 2446-7375 Núcleo de Estudos Africanos, Universidade Estadual da Bahia (UNEB), Rod. Alagoinhas-Salvador, BR 110 Km 3, Cx. Postal 59,                                               Alagoinhas-BA - CEP: 48040-210 Fone:+55(75)3422-1139   estudosafricanosuneb@gmail.com

 

                                                                                                                                                                                                        desde 27. Jun. 2019 contador de visitas online